Skip navigation

#quero diversão, já! por B.Young  10.11.10

Era uma terça-feira comum. Ligo a TV e sintonizo no canal da Fox, esperando pelos Simpsons. Esperei, esperei e nada. Quase troquei de canal quando vi um seriado novo saindo. Era o Glee. Antes, nem sabia o que era isso. Pela chamada da TV, achei que era um seriado do tipo high school musical da vida, então, não me interessei a princípio. Fiquei frustrado porque não saiu o Simpsons. Mas tudo bem, a vida continua e tem coisas muito melhores pra se fazer. No dia seguinte, ouço minha amiga viciada em seriados yankees falando sobre um tal de grupo de “nerds” cantando músicas atuais. Achei diferente e interessante. No final, descubro que os tais “nerds” eram do seriado GLEE. (Pausa dramática).

Sim, Glee virou um fenômeno de zaps, cliques e aspirações. Desde pré-adolescentes até adultos amam o seriado. Por que será? Pensa comigo, um seriado que tem personagens estereotipados dos colégios norte-americanos: a bitch-cheerleader, o jogador de futebol que “paga” de mau, o nerd de óculos, a oriental que curte coisas consideradas excêntricas, o garoto que é gay e é fashionista, e vai indo, pode fazer tanto sucesso?

A princípio, o seriado segue a fórmula do filme da Disney, mostra a vida dos adolescentes e claro, eles cantam e dançam, “tipo assim” um resgate do pop adolescente dos anos 90.  Porém aqui começa o diferencial. Quais músicas eles cantam? Apesar do seriado ter cara de jovem, as músicas foram… (clica, vai! É legal! Continua lendo)

selecionadas pra fazer a família inteira assistir. São músicas que variam incluindo os grandes hits atuais do itunes, os clássicos do rock, musicais da Broadway, músicas dos anos 70, 80, e vai indo. O que faz o programa ser familiar. Todos assistem.

E claro, pra ligar mais os seus fãs, os tais GLEEKS, os episódios foram produzidos com a temática dedicada a cantores famosos do mundo pop: Madonna, Lady Gaga, Britney Spears.

E ainda, temos os personagens que mesmo tendo perfis diferentes, todos são unidos pela música, e vai dizer que quem na terra não curte um som? Todos se identificam. Além disso, na receita do bolo temos a coisa que os norte-americanos sabem fazer de melhor: SHOW!

São excelentes apresentações, os atores cativam o telespectador, e ainda temos vários temas atuais abordados como o homofobismo, o medo da gravidez, namoricos da adolescência e outros assuntos que todo adolescente passa. Então tudo tá ligado. A fórmula do sucesso taí!

Ligar as pessoas pela música, este sim, é um ótimo meio de atrair todo tipo de perfil de consumidor.

Quer seguir no twitter? Pô! demorou Beyoung1990

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: